Pronatec 2018: Inscrições, objetivos e vagas.

Criado em 2011 pelo Governo da Ex-presidente Dilma Rousseff, o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego – Pronatec, tem como principal função propagar e popularizar os cursos de educação profissional e tecnologia no nosso país.

Esse programa do governo federal tem como função principal melhorar a qualidade de vida e o ensino dos brasileiros

Veremos a seguir todos os seus objetivos e como realizar as inscrições desse importante programa governamental, atualizados para o ano 2018.

PRONATEC 2018: OBJETIVOS

Ampliando as oportunidades de educação para todos os brasileiros, em especial os de baixa renda e formando jovens profissionais de qualidade, o Pronatec entre os anos de 2011 a 2014 inscreveu mais de 8 milhões de estudantes, entre cursos de qualificação profissional e técnicos.

Já no ano de 2015 foram efetuados mais de 1 milhão de matrículas.  

Dependendo do caso, os cursos oferecem alguns benefícios aos seus inscritos, como vale-transporte, o material didático, lanches entre outros.

Logo aqui, fica claro que se trata de um programa de extrema importância para o cidadão, tornando possível a capacitação profissional dos mesmos e a colocação no mercado de trabalho.

Objetivos do programa

Os objetivos do Pronatec são claros:

  • tornar mais popular e democrático cursos de nível médio tanto presenciais como à distância
  • colaborar com a melhoria do ensino médio público
  • estimular recursos psicológicos e políticas de educação profissional
  • e expandir a rede física de educação profissional e tecnológica.

Os cidadãos favorecidos com esse programa nas distribuições das vagas, em geral estão cursando o 2º ou 3º ano do Ensino médio de escola pública e dispõem do cadastro único, objetivando o ensino médio ao mesmo tempo que se capacita profissionalmente.

Mas, também há os reincidentes de seguro desemprego pela terceira vez em 10 anos que apresentam também preferência nessa distribuição

Pronatec-cursos-vagas

 

Porque se inscrever?

Cada vez mais o mercado de trabalho exige capacitação dos seus empregados, então aí que entra o programa do governo federal.

Ele ajuda aos Trabalhadores se qualificarem melhores em seu mercado, facilitando na hora da busca de um emprego.

Com o curso, o cidadão se encontrará melhor preparado para os desafios que são encontrados na hora que é colocado no mercado de trabalho.

Importante destacar, e que já realizou um curso, pode se inscrever para realizar outro.

Caso você seja Jovem Aprendiz, clique aqui.

INICIATIVAS

O Programa é composto por cinco inciativas:

  • A Expansão da Rede Federal de Educação Profissional
  • Científica e Tecnológica
  • O Programa Brasil Profissionalizado
  • A Rede e-Tec Brasil
  • O Acordo de Gratuidade com os Serviços Nacionais de Aprendizagem
  • Bolsa Formação.

Da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e tecnológica fazem parte:

  • 24 Escolas técnicas que estão atreladas a Universidades Federais e ao Colégio Pedro II
  • 38 Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia
  • 02 Centros Federais de Educação Profissional e Tecnológica.

O Programa Brasil Profissionalizado é destinado a ampliar ofertas e integrar o fortalecimento da educação profissional ao ensino médio das escolas da rede estadual, construindo e ampliando escolas, laboratórios e centros para capacitação dos gestores e docentes.

Carga horária e qualificações

Os cursos técnicos do Pronatec apresentam carga horária que podem ser de 160 horas até 1200 horas.

As qualificações profissionais apresentam áreas diversas que estão intimamente ligadas a administração, cuidados de pessoas idosas ou portadoras de alguma deficiência, a alimentação, moda, informática, infraestrutura, militar, turismo, design, segurança, turismo, lazer e etc.

Além de que os candidatos que obtiveram o curso apresentam taxas altíssimas de empregabilidade, bons salários, diferencial no currículo e admissão nas empresas.

cursos

CURSOS

A e-Tec (Escola Técnica Aberta do Brasil) são oferecidos cursos de capacitação na modalidade à distância, e são atreladas as instituições do Serviços Nacionais de Aprendizagem (SENAI, SENAC, SENAR e SENAT) e as de educação profissional ligadas ao sistema estadual de ensino.

O Acordo de Gratuidade com os Serviços Nacionais de Aprendizagem expande os recursos do SENAI e SENAC trazendo mais cursos técnicos e profissionalizantes, assim como vagas gratuitas aos que se enquadrem no rol de preferência.

Existe o curso de primeiros socorros que é bastante interessante também.

Por fim, A Bolsa Formação é o meio por onde são ofertados cursos técnicos e de formação inicial e continuada ou qualificação profissional, fazendo uso de infraestrutura já existente na área de educação profissional e tecnológica.

Há também as instituições de ensino profissionalizante da área privada como Anhanguera, UNIP, Estácio de Sá, Cruzeiro do Sul e Unopar e etc., que podem aderir ao PRONATEC, basta que suas inscrições sejam efetuadas no site oficial do programa.

Caso deseje entrar com a nota do enem, clique aqui.

COMO SE INSCREVER?

Com mais de 80 cursos ofertados por instituições privadas voluntárias, o programa oferta voluntária foi estabelecido pela diminuição dos recursos, buscando assim o EAD (Ensino a distância).

Por ser um curso a distância pode atender uma demanda maior e de forma mais rápida. Basta entrar no Sistema Nacional de Informações da Educação Profissional e Tecnológica (Sistec) pelo link http://sistec.mec.gov.br/ e se inscrever, o candidato deve ter no mínimo 15 anos.

Inscrição do pronatec 2017

Os cursos apresentam carga horária de 160 horas de acordo com a área específica.

INFORMAÇÕES SOBRE INSCRIÇÕES

Por existirem várias instituições parceiras, não há um período unificado de inscrição no Pronatec 2018. Cada instituição é livre para elaborar seu calendário e estabelecer seus critérios.

Mas, no site é possível, escolhendo seu curso, fazer a inscrição online, basta preencher as informações como Estado, cidade, escolaridade e instituição que deseja (podendo ser SENAC, SENAR, SENAT, Rede Federal ou Rede Estadual).

Deve-se também escolher o  tipo de curso no Pronatec 2018, se ele será FIC ou técnico.

Podemos ser de forma presencial ou educação a distância.

Caso haja inscrições abertas em alguma cidade específica o site avisará, mostrando o nome do curso, quantas vagas existem e prazo para o cadastramento, após preencher tudo é clicar em “inscreva-se”. Depois informe CPF, data de nascimento, e-mail, telefone, e os outros dados pedidos.

O candidato aguardará um período de verificação, caso seja tido como aprovado o PRONATEC avisará.

Qualquer pergunta ligue 0800 61 61 61 ou entre em contato com a nossa equipe pelos comentários ou via e-mail, será um prazer esclarecer sua dúvida.

O programa também é oferecido em diversas cidades, como São Paulo, Distrito Federal, Rio de Janeiro e outros.

Problemas ao acessar o site:

Assim como qualquer Website do governo, O site  pode apresentar alguns problemas na hora de realizar as inscrições e procurar por vagas.

O principal deles é do trabalhador não consegui acessar o website, aparecendo apenas uma página branca ou não carregando.

Caso isto ocorra, o ideal é que tem que ser acessar o site em outro horário, visto que o Pronatec  tem uma alta procura, mesmo pode estar sobrecarregado.

Outro problema comum é aparecer um pedido de validação de segurança.

Caso isto ocorra, basta clicar em adicionar exceção, caso você utilize o Firefox, vou continuar caso você utilize o Chrome

duvidas na inscrição pronatec

Dúvidas mais comuns sobre o programa:

1. Qual o nível de ensino eu devo ter para poder se inscrever no Pronatec 2018?

O nível de ensino depende de cada curso ofertado, visto que cada um ao nível de escolaridade exigido pelo Ministério da Educação e Cultura. Em alguns casos exige pelo menos 1 ano ensino fundamental e em outros casos até ter terminado ensino médio.

2. Qual é o valor dos cursos?

Todos os cursos  são gratuitos, além de receber ajuda custo como Lanches, vale Transportes, além dos materiais didáticos utilizados nos programas se ensino.

Tudo é pago pelo governo federal.

3. Quais são os tipos de cursos oferecidos?

Diferencie os diferentes cursos para diferentes escolaridades, por exemplo, os cursos técnicos são para pessoas matriculadas no ensino médio escolas públicas, não EJA se tiver maior de 18 anos e para quem concluiu o ensino médio.

Já a qualificação profissional, são destinadas para estudantes matriculados no ensino médio das escolas públicas que tenham pelo menos 16 anos, a lei de estudantes que concluíram o ensino médio também em escola pública ou instituição privada mas com bolsa de estudo.

Você pode ver a lista completa qualificações profissionais aqui.

4. Eu ainda tenho algum outro tipo de dúvida que não foi respondida neste texto

Você ainda tem alguma dúvida que não foi respondida neste texto sobre o Pronatec , você pode fazer um dos procedimentos a seguir:

  • Enviar um e-mail para nossa equipe
  • Deixar um comentário abaixo
  • Imprimir contrato diretamente com o Senai pelo telefone 0800 61 61 61
  • Se dirigir pessoalmente até um posto de atendimento do Senai

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *