MAIS EMPREGO – MTE: Vagas de trabalho

O ministério do trabalho e emprego é uma plataforma destinada a inúmeros serviços, entre eles está incluso o programa Mais Emprego.

Neste artigo vamos discutir sua funcionalidade tanto em relação a figura do empregado (para a sua inscrição, é necessário ter no mínimo 14 anos de idade), quanto em relação a figura do empregador.

É possível através dele a realização de serviços como solicitação de consulta gratuita de carteira de trabalho, agendamento de seguro desemprego, inclusão em programas de proteção ao emprego e etc.

Visando então ajudar ainda mais o trabalhador, essa plataforma criou um site chamado Mais Emprego, resultado do estímulo do Governo federal nas políticas voltadas ao emprego e a economia do país.

Veremos a seguir todas as peculiaridades acerca do tema.

O QUE É O MAIS EMPREGO?

O Mais Emprego é um site de extrema importância para o trabalhador, pois lhe dá oportunidades para uma melhoria de vida em condições satisfatórias, voltando ao mercado de trabalho e possuindo direitos aos benefícios concedidos pelo governo.

A finalidade do site é mostrar ao trabalhador desempregado as vagas de emprego disponíveis no território nacional.

Para isso é preciso a sua inscrição no site, após isso o próprio governo federal encaminha o seu currículo nos locais disponíveis.

O portal mais emprego oferece mais de 26 mil vagas para os trabalhadores brasileiros, sendo uma forma simples e rápida de se recolocar no mercado de trabalho.

Sendo que nos últimos 12 meses, foram preenchidas mais de 1 milhão de vagas no seis setores oferecidos pelo Portal.

serviços do programa mais emprego

QUAIS OS SERVIÇOS OFERECIDOS PARA O EMPREGADO E EMPREGADOR NO SITE MAIS EMPREGO?

Os serviços oferecidos para o empregado através do mais emprego são os elencados a seguir:

  1. Consultas gratuitas de vagas de emprego disponíveis pelo país – O site busca e informa todas as empresas (que também estão cadastradas no portal) que estão precisando de novas contratações.
  2. Consulta do saldo do PIS e as datas de liberação do abono salarial.
  3. Consulta acerca da situação do requerimento do seguro desemprego – A plataforma mostra de forma online e rápida os benefícios garantidos por lei ao empregado.
  4. Inscrição gratuita em cursos destinados a capacitação profissional – O empregado enquanto não consegue o sonhado emprego poderá ir se capacitando profissionalmente, tudo isso através do portal.
  5. E por fim, analisar as estatísticas sobre a Classificação Brasileira de Ocupações

Assim como os empregados, os empregadores também têm o seu espaço dentro do site. Para eles há inúmeros serviços disponíveis, como:

  1. Publicação gratuita de vagas de emprego na plataforma mais emprego – A empresa que deseja de forma rápida a contratação de bons profissionais, deverá se inscrever no mais emprego, pois o próprio governo encaminha o profissional qualificado.
  2. Realização da solicitação do requerimento do seguro desemprego
  3. Envio de declaração do Cadastro Geral de empregados e desempregados ao Ministério do Trabalho.
  4. Inscrição no programa de proteção ao empregado.

Lembrando que esse rol de serviços é taxativo, existindo somente os elencados acima.

COMO É POSSÍVEL ACESSAR O CADASTRO DO TRABALHADOR?

Para acessar o seu cadastro, basta que o trabalhador entre no site pelo link https://imo.maisemprego.mte.gov.br/imoweb/login.xhtml. Depois é necessário selecionar o tipo de atendimento, o login, a senha que foi feita na realização do cadastro e o código de segurança (aquele texto informado a baixo que tem como intuito evitar que spans invadam o sistema).

SITE MAIS EMPREGO

COMO É FEITO O CADASTRO DO TRABALHADOR OU DO EMPREGADOR NO MAIS EMPREGO?

Se o trabalhador ainda não possui seu cadastro, o primeiro passo para concorrer as vagas disponíveis no site deverá ser a realização da sua inscrição através do link https://imo.maisemprego.mte.gov.br/imoweb/login.xhtml.

Feita de maneira um pouco mais longa, pois é necessário o preenchimento de algumas informações, o candidato deve clicar na opção “deseja cadastrar trabalhador”, em seguida aparecerá um rol de informação que deve ser preenchido, como; o número da identificação do trabalhador (que pode ser o PIS, o PASEP o NIT, ou o NIS), o seu CPF, o número do RG (órgão emissor e UF), o número do CTPS (sua série, o UF, e a data de emissão), o nome, a data de nascimento, o nome da mãe do trabalhador e por fim um e-mail.

Escolhendo a senha:

Após todo esse processo, o candidato deverá escolher uma senha de sua preferência e o seu login. Ao final basta que você clique em “cadastrar”, para então acessar todas as suas informações.

Mas caso seja o empregador que queira se cadastrar o processo é bem parecido, também deve entrar no link https://imo.maisemprego.mte.gov.br/imoweb/index.xhtml, clicando na opção “deseja cadastrar empregador”. Depois é só preencher a identificação do empregador (data da abertura da empresa, o número de identificação, o tipo de identificação, o nome fantasia e o CPF do responsável) e os seus dados gerais e ao final clicar em cadastrar.

problemas site mais emprego

PROBLEMAS NO SITE 

Há muitos relatos de problemas na utilização do site, portanto é aconselhável que ingresse no mesmo em horários que não sejam comerciais, e que mesmo assim der erro, fique tentando em um outro momento.

Em alguns casos aparece um erro de privacidade, caso isto ocorra, basta clicar em continuar. Apesar do aviso, este erro não aparece nenhum risco, faltando apenas de um certificado de segurança que não foi atualizado por parte do site.

Em caso de dúvidas, mande sua pergunta para a nossa equipe, pelos comentários abaixou ou por e-mail que será respondido o quanto antes e encaminhado a sua caixa de entrada.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *