CadÚnico: Faça seu cadastro ONLINE

Dirigido pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome e operado pela Caixa Econômica Federal, o CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais) é um cadastro para integrar famílias que possuem renda abaixo do normal em programas da União, Estados e Municípios. Analisaremos a seguir como é feita a realização do cadastro e suas principais características e peculiaridades.

CadÚnico – o que é e como se cadastrar

Desde o começo da década de 2000 o CadÚnico serve como principal instrumento do Estado para a inclusão Social e tem a finalidade de reconhecer todas as famílias em situação de pobreza no País.

O cadastro busca auxiliar o poder público e a gestão de políticas públicas voltadas para famílias que apresentem pobreza ou extrema pobreza, com o intuito de promover a melhoria de vida desses cidadãos que necessitam emergencialmente de ajuda para sair de situações de vulnerabilidade.

Através de um banco de dados, procedimentos e um sistema eletrônico, o CadÚnico tem por fundamento coletar dados e informações usadas pelo Governo Federal, Estadual e Municipal.

como realizar o cadastro no cadúnico

Como realizar o cadastramento

Para participar do cadúnico, as famílias devem possuir uma renda de até meio salário mínimo por pessoa ou que ganham 3 salários mínimos por mês no total, caso esses critérios não sejam atendidos, as famílias não serão incluídas no programa, a não ser que estejam ligados a seleções ou acompanhamentos de programas sociais da União, Estado ou Municípios.

Mas você pode se perguntar, como é realizado a coleta dos dados das famílias no CadÚnico?

Por meio de um preenchimento de formulário do CadÚnico. Um formulário corresponde a uma família. É necessário para responder o formulário um responsável que deva ter mais de 16 anos, morar na casa e ser integrante da família.

Depois os cadastros são processados pelo Agente Operador do Cadastro Único (Caixa), que atribui a cada pessoa da família um NIS (Número de Identificação Social). O NIS é de caráter único, pessoal e intransferível, e é por meio dele que os Operados Do Cadastro poderão localizar e atualizar as pessoas cadastradas.

No CadÚnico é necessário estar estabelecido:

É necessário que esteja cadastrado no CadÚnico:

Característica do domicílio, quantos componente há na família (se algum possui alguma deficiência), número de identificação e documento dos componentes, qualificação escolar e qualificação profissional de cada um, remuneração e despesas da família (alimentação, habitação, transporte, e etc.)

Também é necessário apresentar: Certidão de Nascimento, Certidão de Casamento, Carteira de Trabalho ou título de eleitor e CPF, e se algum dos componentes da família for Índio é necessário apresentar a RANI (Certidão Administrativa do Nascimento do Indígena).

É importante frisar que só o cadastramento no CadÚnico não garante a inclusão aos programas sociais do governo, é necessário que as informações sejam analisadas com base em todos os critérios específicos de cada programa, para só então dar início ao processo. Além de que os dados devem permanecer sempre atualizados, mas caso queira mudar alguma informação tem que procurar a CRAS – Centro de Referência em Assistência Social no município.

A prefeitura é responsável pelo cadastramento das famílias no CadÚnico através de visitas realizadas periodicamente, mas se caso os profissionais responsáveis não visitarem sua residência, e você esteja interessado, é só ir até a CRAS, levando documentos como: CPF e identidade, certidão de nascimento/casamento os membros da família, e documentos que comprovem a renda per capita, tudo isso de todos os membros da família.

cadastro único

Programas que aderem ao CadÚnico

 O CadÚnico é uso obrigatório para a concessão dos benefícios aqui elencados, seguindo os critérios:

  • Programa Bolsa Família (renda de até R$ 154,00 mensais por pessoa).
  • Programa Brasil Carinhoso (complementação ao Bolsa Família, nas casas que tem crianças de 0 a 15 anos).
  • Programa Minha Casa, Minha Vida (renda mensal total de até três salários mínimos R$ 2.172,00).
  • Programa Nacional de Reforma Agrária
  • Isenção de Taxa de Concurso Público (nos concursos realizados pelo Governo Federal, o candidato inscrito no CadÚnico não pagará sua inscrição).
  • Bolsa Verde – Programa de Apoio à Conservação Ambiental
  • Programa de Erradicação do Trabalho Infantil – PETI​
  • Fomento – Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais
  • Tarifa Social de Energia Elétrica
  • Bolsa Verde
  • Carteira do Idoso
  • Telefone Popular (as tarifas são de até R$ 15,00 e dá direito a 90 minutos de ligações para outros telefones fixos por mês).
  • Carta Social (direito de enviar cartas pelo Correio com peso de até 10 g por R$ 0,01).
  • Tarifa Social de Energia Elétrica
  • Aposentadoria para Pessoa de Baixa Renda
  • Passe Livre do Idoso (Idosos que apresentam renda de até dois salários mínimos R$ 1.448,00).
  • Programa de Cisternas
  • Conta de Luz Social (redução de 10% a 65% na conta, para famílias que apresentam renda de R$ 362,00 por pessoa).
  • Pro Jovem Adolescente
  • Passe Livre para Pessoas com Deficiência
  • CNH Social
  • Bolsa Estiagem
  • Crédito Fundiário

No caso de qualquer dúvida sobre o CadÚnico, entre em contato com a prefeitura de sua cidade, a gestão municipal é responsável pelos dados das famílias, ou nos mande sua pergunta através do e-mail ou pelos comentários.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *